Geral

Cruzeiro celebra 62 anos com bolo e mais de 7 horas de shows

Publicado

em


Na próxima terça-feira (30), o Cruzeiro completa 62 anos, e a comemoração vai contar com muitas atrações, incluindo apresentações musicais, artísticas e culturais, além de cerimônia religiosa e corte de bolo.

Arte: Divulgação/Administração Regional do Cruzeiro

A programação do dia 30 – feriado no Distrito Federal em comemoração ao Dia do Evangélico – começa às 10h, no estacionamento do ginásio de esportes, com cerimônia religiosa, na qual representantes darão uma bênção direcionada à cidade. Após a solenidade, haverá o tradicional corte e distribuição do bolo para parabenizar a região administrativa.

No mesmo local, a partir das 13h, haverá show de Dhi Ribeiro, grupo Pellinsky, Márcia Ferreira, Aruc, Banda Mirante, quadrilha Sanfona Lascada e banda O Fole Roncou!, grupo Gente de Casa e Nosso Samba. O evento é totalmente gratuito.

O Cruzeiro vai completar 62 anos com diversos motivos para celebrar. O ano foi de muito trabalho, e a cidade tem recebido cada vez mais ações. São obras para reformas de becos, parquinhos, quadras de esportes e praças. A acessibilidade é priorizada, com a construção de um calçadão em todo o anel externo da RA, além das rampas acessíveis no Cruzeiro Novo.

Neste ano, o Cruzeiro se tornou a primeira RA totalmente iluminada por LED, benfeitoria que proporciona mais segurança e bem-estar para a população local. Há muitos outros projetos em andamento para promover melhorias, como a reforma das áreas públicas do Cruzeiro Center, Feira Permanente, Biblioteca Pública e Complexo Esportivo, espaços bastante demandados pela comunidade. Os cuidados dedicados à cidade são diários, indo da limpeza e manutenção dos equipamentos públicos aos projetos de obras de infraestrutura e ações de planejamento.

“Parabenizo o Cruzeiro pelo seus 62 anos. A cidade cresceu, se consolidou e, hoje, é sem dúvida alguma um dos melhores lugares para se viver no DF. Aqui você encontra boa música, boa comida, amplos templos religiosos, parques e quadras de esportes, cultura, esporte e muita história. Enfim, uma cidade completa e, além de tudo, segura.
Convido a todos para participarem da festa no próximo dia 30 de novembro”, disse o administrador regional Luiz Eduardo Pessoa.

História

A ocupação do Cruzeiro ocorreu em 1955, nas terras da fazenda Bananal, para abrigar funcionários públicos do Rio de Janeiro transferidos para Brasília. Em 1958, começaram as primeiras construções de casas geminadas para receber esse pessoal.

Concebido como parte do Plano Piloto, o Cruzeiro foi fundado em novembro de 1959. A equipe de Lucio Costa foi responsável pelo projeto urbanístico do local. No final dos anos 1960, o setor vizinho, Cruzeiro Novo, deu nova conformação ao desenho urbano.

A Região Administrativa do Cruzeiro encontra-se dentro da poligonal de tombamento do Plano Piloto e desde 1992 é considerada Patrimônio Histórico e Artístico da Humanidade. É formada pelas áreas urbanas do Cruzeiro Velho e Cruzeiro Novo, com uma população urbana estimada, em 2018, em 31.079 habitantes.

Festa em comemoração aos 62 anos do Cruzeiro

  • Data: terça-feira (30)
  • Horário: das 10h às 12h (cerimônia religiosa e corte do bolo); 13h às 20h (shows artísticos, culturais e musicais)
  • Local: estacionamento do Ginásio de Esportes do Cruzeiro – Quadra 611 do Cruzeiro Novo, ao lado da Feira Permanente

*Com informações da Administração Regional do Cruzeiro

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Praça do Gavião, no Cruzeiro, vai ganhar novo campo sintético

Publicados

em


O GDF iniciou um amplo projeto de recuperação da Praça Gavião, no Cruzeiro Velho, localizada na quadra 5. Inicialmente está sendo construído um campo sintético, que deve ficar pronto ainda este mês. O valor do investimento para essa ação é de R$ 650 mil, verba executada por meio de emenda parlamentar do distrital Reginaldo Sardinha.

Na sequência, serão construídas ainda duas quadras de areia, diversificando as modalidades de práticas esportivas na cidade. O custo desses dois espaços é de quase R$ 140 mil.

A primeira fase do projeto, a construção da base do campo, já foi finalizada. Agora é só esperar a execução da segunda parte, que consiste na colocação do tapete, além da montagem dos alambrados e arquibancadas| Foto: Lucio Bernardo Jr./Agência Brasília

“Antes existia uma quadra de futebol comum ali mas, a partir de demanda da população, optamos em construir um campo sintético”, conta Kleyce Oliveira Silva, chefe de gabinete da Administração Regional do Cruzeiro. “Assim que terminar a construção do campo sintético, começam as obras das quadras de areia. Priorizamos as demandas do Cruzeiro Velho, que sempre ficaram à mercê das ações em relação ao Cruzeiro Novo”, diz.

“Estamos construindo e reformando dez campos sintéticos em todo o DF, esse do Cruzeiro é um deles e faz parte de um amplo projeto de democratização dos espaços esportivos da cidade”Gisele Ferreira, secretária de Esportes e Lazer

O campo society mede 880 metros quadrados. Ao todo, 20 homens trabalham nessa obra que receberá, em média, até 100 pessoas por final de semana. A primeira fase do projeto, a construção da base do campo, já foi finalizada. Agora é só esperar a execução da segunda parte da empreitada, que consiste na colocação do tapete, além da montagem dos alambrados e arquibancadas.

A obra faz parte de um pacote de iniciativas do Governo do Distrito Federal para, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, atender as demandas da população nas áreas de lazer e práticas esportivas. Além do Cruzeiro, Taguatinga, Ceilândia, Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Gama, Sobradinho II e Planaltina vão ganhar ou terão seus campos sintéticos recuperados.

“Essa segunda da fase da obra é mais rápida, fica pronta, no máximo, em uma semana”, explica Ozeias de Paulo Marques, chefe da Assessoria de Obras e Infraestrutura da Secretaria de Esportes. “Estamos construindo e reformando dez campos sintéticos em todo o DF, esse do Cruzeiro é um deles e faz parte de um amplo projeto de democratização dos espaços esportivos da cidade”, destaca a secretária de Esporte e Lazer, Gisele Ferreira.

“Agora vai ficar ótimo, é um resgate importante, trazendo de volta um lugar bastante usado pelos jovens”, elogia a advogada Marcela Moraes, moradora da região | Foto: Lucio Bernardo Jr./Agência Brasília

Moradora há mais seis anos do setor, a advogada Marcela Moraes, 40 anos, acha a iniciativa do GDF de reformar o antigo campo society excelente . Sobretudo porque potencializa as práticas esportivas entre os jovens. “Aqui funcionava uma escolinha particular de futebol que parou porque as condições do lugar estavam péssimas, com tudo solto, bem ruim mesmo”, conta. “Agora vai ficar ótimo, é um resgate importante, trazendo de volta um lugar bastante usado pelos jovens”, emenda.

Funcionário público aposentado, Eder Jorge, 53, mora há cinco anos no Cruzeiro. Ele garante que a recuperação de toda a praça, um espaço cativo na região, mexe com a autoestima da população. “Ninguém gosta de ver a cidade suja, largada, com os espaços públicos abandonados”, observa. “O novo campo vai trazer alegria e mais vida para o local, assim como os outros novos espaços”, defende.

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA