Geral

Chamamento de 300 candidatos a moradia no Parque dos Ipês

Publicado

em


Interessados devem comparecer à companhia até 1º de outubro

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) convoca 300 candidatos – situados entre as posições 1.701 e 2.000 da lista de inscrições – que manifestaram interesse pelo empreendimento Parque dos Ipês-Crixá, localizado em São Sebastião, para formalizar cadastro único e dossiê. O documento será encaminhado à Caixa Econômica Federal para análise de financiamento.

Unidades disponíveis têm de de 47,65 m² e 47,75 m², dois quartos, sala, cozinha e banheiro | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Os candidatos que estiverem na lista de manifestação de interesse deverão agendar atendimento por meio do portal da companhia para comparecer à sede da Codhab até 1º de outubro próximo, das 8h30 às 12h e das 13h às 16h.

Confira a lista de documentos a serem apresentados.

Acesse o agendamento de horários.

Devido às medidas de prevenção à covid-19, os candidatos que forem à companhia deverão usar máscaras e álcool gel, levando acompanhantes somente em caso necessário. Essas medidas visam garantir a segurança e saúde de todos, conforme determina o Decreto n° 40.583, publicado em 1º de abril de 2020 pelo GDF, para conter a contaminação pelo coronavírus.

O empreendimento é destinado a pessoas da faixa de renda 1 (até R$ 1,8 mil). As unidades habitacionais são de 47,65 m² e 47,75 m² e possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O condomínio conta com estacionamento, área de lazer, centro comunitário e escola pública.

Consulte aqui a lista de convocados.

*Com informações da Companhia de Desenvolvimento Habitacional 

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

O zebrinha voltou

Publicados

em


Arte: Divulgação/Secretaria de Mobilidade do DF

Os ônibus que circulam nas linhas do Serviço de Transporte de Vizinhança, no Distrito Federal, voltarão a ter as cores tradicionais que os tornaram conhecidos como “zebrinhas”. Os veículos com listras brancas e vermelhas deverão estar em operação até fevereiro de 2022.

“Vamos resgatar as cores do transporte de vizinhança, de forma que os usuários poderão identificar com facilidade os veículos dessas linhas”, disse o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro.

Segundo o secretário, muitas pessoas pensam que o vizinhança foi descontinuado, pois os micro-ônibus circulam atualmente com as cores iguais aos demais ônibus das operadoras. “Além de facilitar para essas pessoas, a volta do zebrinha vai resgatar essa parte da história do transporte público coletivo na capital”, disse Casimiro.

Hoje circulando com as cores dos demais ônibus das operadoras, os zebrinhas vão voltar a ter as listras brancas e vermelhas para serem mais facilmente identificados pelos usuários | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

As cores do zebrinha foram aprovadas pelo Conselho do Transporte Público Coletivo do DF e publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nesta terça-feira (26), por meio da Resolução nº 4.748 de 13 de outubro de 2021. De acordo com o visual aprovado, os veículos terão uma faixa branca até a altura dos faróis e, na parte superior, predomina a cor vermelha com algumas listras brancas.

O Serviço de Transporte de Vizinhança conta com 46 veículos circulando em 12 linhas na área central do DF, que inclui Asa Sul, Asa Norte, Esplanada dos Ministérios, Cruzeiro, Octogonal, Sudoeste e os setores de Autarquias, Bancário e Comercial, além de duas linhas que vão até o Aeroporto. As linhas são: 6, 7, 11, 16, 22, 23, 24, 25, 30, 31, 32 e 35.

História

O transporte de vizinhança começou a operar no início da década de 1980, por meio da Portaria nº 61, de 10 de julho de 1980, que ainda está em vigor. O início da operação foi em 30 de abril de 1981, com tarifa diferenciada e os veículos circulando entre as quadras das asas Sul e Norte (W1 e L1), além da Esplanada dos Ministérios, Lago Sul e nas proximidades de bancos, autarquias e comércio da região central da capital federal.

Os ônibus com listras brancas e vermelhas circularam até 2012, quando a nova licitação do Sistema de Transporte Público Coletivo do DF determinou as cores dos veículos de acordo com cada área de operação. Atualmente, alguns micro-ônibus estão na cor verde e outros na cor amarelo. Depois de 10 anos, os “zebrinhas” voltarão a circular em Brasília com as cores originais.

*Com informações da Secretaria de Mobilidade do DF

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA