Cidades

Caiado sanciona reajuste e Auxílio-Aprimoramento

Publicado

em


O governador Ronaldo Caiado sancionou a Lei n.º 21.085 que reajusta o vencimento dos professores, agentes administrativos educacionais e do pessoal contratado temporariamente da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e também autoriza a criação do Auxílio-Aprimoramento Continuado, no valor de R$ 500 para a categoria. A norma foi publicada na noite desta segunda-feira (13/09), no Suplemento do Diário Oficial do Estado de Goiás.

O pagamento do benefício, que foi uma iniciativa do governador Ronaldo Caiado, é uma forma de reconhecer o empenho dos servidores da educação, e será pago a partir da folha de outubro, mês dedicado às comemorações do Dia dos Professores. “Os servidores da educação são tratados com a dignidade que merecem, porque a educação é um dos setores mais importantes da vida. Estamos fazendo mudanças substantivas na área”, afirma o chefe do Executivo.

O reajuste para o servidor que se aposentou, ou recebe pensão referente ao cargo de professor P-1, P-2, ou do quadro transitório será de 4,52%. Já para os professores nível P-3 ou P-4 e servidores administrativos, o reajuste será de 7,20%.

De acordo com a Secretaria de Estado da Administração (Sead), o impacto financeiro para conceder o reajuste salarial aos servidores da Educação no ano de 2021 será de R$ 70.071.362,73. Para os anos de 2022 e 2023 será da ordem de R$ 280.285.450,90.

Cada servidor da ativa receberá um valor mensal de R$ 500 de Auxílio-Aprimoramento Continuado para cobrir despesas com seu aprimoramento educacional e profissional continuado. Os gastos podem ser com a aquisição de livros, manuais, revistas ou para custear a participação em cursos, seminários, palestras, workshops, simpósios, congressos.

Já o auxílio tem o custo estimado de R$ 81.475.860,00, a partir de outubro de 2021. A estimativa de impacto para os exercícios de 2022 e 2023 compreende o valor total anual de R$ 325.903.440,00.

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook

Cidades

Caldas Novas promove descentralização da Regulação da Saúde

Publicados

em

A Prefeitura de Caldas Novas, através da Secretaria de Saúde, está realizando a descentralização da Regulação na cidade. A informação foi confirmada, na manhã desta segunda-feira, 25, pelo prefeito Kleber Marra, no Estratégia de Saúde da Família, Dr. Jair Pimenta Carneiro.

A Regulação Hospitalar significa regular o acesso do usuário aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) e prover os recursos necessários para a assistência à sua saúde no tempo oportuno para exames e consultas.

De acordo com o prefeito Kleber Marra, a partir de hoje o usuário poderá realizar o Cadastro SUS, na unidade mais próxima de sua casa e também poderá sair regulado, de acordo com o pedido médico.

“Neste início, a descentralização da Regulação acontece no ESF dos setores Itaicí, Paraíso e Jequitimar. Já o Cartão SUS pode ser feito em todas as 17 unidades de saúde. Mas, até janeiro, o objetivo é que a Regulação possa ser feita em todas as unidades de Caldas Novas, incluindo as que são 24 horas”, explicou.

O secretário de Saúde, Cláudio Costa, destacou ainda que o objetivo é facilitar e otimizar o atendimento de saúde em Caldas Novas.

“Antes o paciente tinha que se deslocar à sede da Regulação, no Centro da cidade, para marcar qualquer exame ou consulta e agora ele vai conseguir fazer isso diretamente dos postinhos de saúde”, disse.

Para Cláudio Costa, trata-se de um grande avanço “Estamos seguindo o exemplo de grandes cidades, modernizando e tornando eficiente o atendimento de saúde em nosso município”, falou o secretário.

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA