Minas Gerais

Romeu Zema participa do anúncio de R$ 1,2 bilhão em investimentos no Vale do Jequitinhonha

Publicado

em


O governador Romeu Zema participou, nesta quinta-feira (10/6), do anúncio de investimentos da Sigma Mineração, na divisa entre Araçuaí e Itinga, no Vale do Jequitinhonha. Os aportes chegam a R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 859,4 milhões pactuados no protocolo de intenção somados aos investimentos já realizados anteriormente pela empresa. A medida vai impulsionar o desenvolvimento local e a geração de emprego e renda na região. 

“O Governo de Minas está demolindo todos os obstáculos. Nosso objetivo é ser amigo do investidor, gerando emprego e renda para os mineiros. O setor público tem como finalidade atender o cidadão e quem investe. Temos muito mais a fazer por Minas Gerais, o que estamos construindo é apenas o primeiro degrau”, destaca o governador Romeu Zema.

Projeto 

Em junho de 2020, a Sigma Mineração assinou protocolo de intenções com o Estado para financiamento do projeto da companhia para extrair lítio, matéria-prima de baterias de veículos elétricos. A ação insere o Vale do Jequitinhonha nas maiores cadeias produtivas globais do setor, com um produto ambientalmente sustentável e com valor agregado, via tecnologias verdes.

Neste mês, a empresa começou as obras de terraplenagem da planta de produção e beneficiamento de lítio, na região conhecida como Grota do Cirilo, em Itinga. A unidade será a primeira de tecnologia verde do setor mineral no mundo e vai produzir 220 mil toneladas de concentrado de lítio grau bateria de alta pureza ao ano. Há previsão de criação de mais de 400 empregos diretos na primeira fase do projeto, podendo chegar a 6 mil postos de trabalho indiretos.

A expectativa é a de que as obras sejam concluídas em 2022. A operação da nova planta será 100% digitalizada e automatizada eletronicamente, controlada por um algoritmo (programa) customizado para a operação.

“Essa é uma operação que está totalmente em harmonia com as melhores e mais modernas práticas de extrativismo mineral, ainda mais sendo um material tão promissor para o mundo. O lítio é garante grande força e riqueza para uma região que era tão carente no estado. No que depender do Governo de Minas, novos investimentos surgirão”, reforça o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.

“A Sigma tem um modelo de negócio focado na sustentabilidade socioambiental e executada por uma equipe campeã e com diversidade máxima de colaboradores. Na jornada de desenvolvimento atraímos para o corpo societário alguns dos maiores institucionais do mundo, que acreditaram ser possível realizar em Minas Gerais um projeto modelo de empresa verde na área da mineração”, ressalta a CEO da Sigma Mineração, Ana Cabral.

Oportunidades de mercado

Presente na região desde 2013, a empresa já investiu cerca de R$ 400 milhões em pesquisa, avaliação de reservas e desenvolvimento para a produção de lítio grau bateria de alta pureza, utilizando tecnologias ambientalmente sustentáveis de última geração: recirculação de 100% da água, sem uso de reagentes químicos nocivos no beneficiamento, empilhamento a seco de 100% dos rejeitos da mineração e produção (sem uso de barragens) e utilização de 100% de energia renovável.

A empresa construiu na mesma região de Araçuaí e Itinga uma planta de demonstração piloto em 2018, que permitiu o aperfeiçoamento de sua rota de beneficiamento e purificação “verdes” do minério. A partir desta planta, amostras do lítio grau bateria “pré-químico” (com teor de óxido de lítio acima de 6% e alta pureza de alcalinos, ferrosos, mica) foram enviadas para alguns dos maiores produtores globais de baterias para veículos elétricos.

A aceitação comercial no mercado internacional do produto, único no mundo, principalmente por suas características “verdes e de baixo carbono”, contribuíram para a celebração de contratos de “pré-reserva” de  exportação comercial do produto a partir de 2022. Os setores da economia mais beneficiados são tecnologia da informação, automotivo e energias renováveis.

Atração de investimentos

Com apoio da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), a empresa está reunindo esforços para criar um Comitê de Promoção do Território e da diversificação econômica da região do Vale do Jequitinhonha. O objetivo é facilitar a transformação produtiva, o desenvolvimento e a diversificação econômica das cidades de Araçuaí e Itinga para setores além das atividades de produção de lítio.

Baseada em princípios de autonomia funcional, esta agência será um foro ideal para a discussão do desenvolvimento regional inserindo as cidades de Araçuaí e Itinga na agenda nacional e internacional de investimentos. O projeto está de acordo com o objetivo do Governo de Minas de proporcionar melhorias de emprego e renda para todo o Vale do Jequitinhonha, por meio da potencialização das oportunidades da região.

“A criação de uma agência de desenvolvimento privada em Itinga e Araçuaí vai trazer benefícios para toda a região. O foco na diversificação econômica e na atração de novos negócios vai ao encontro do trabalho que já é desenvolvido pelo Indi. O Governo de Minas vai usar este exemplo para apoiar e promover novos projetos e novas agências em outras regiões”, reforçou o diretor de Atração de Investimentos do Indi, Ronaldo Barquette.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minas Gerais

Alunos voltam às aulas presenciais em 85 escolas de Minas Gerais

Publicados

em


Nesta segunda-feira (21/6), 85 escolas em 16 municípios retomaram as atividades presenciais no modelo híbrido desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG). A semana marca importante passo nas atividades da rede estadual, após quase um ano e meio de ensino remoto.

Com toda segurança e cuidado com a comunidade escolar, foram aplicados os protocolos sanitários, definidos pelo Comitê Extraordinário Covid-19 e Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), e implementado um checklist nas unidades de ensino para garantir que todos estejam e se sintam seguros neste momento.

A retomada está sendo feita, nesta semana, em escolas de municípios localizados nas ondas amarela e/ou verde do Plano Minas Consciente, e nos quais as prefeituras não apresentaram nenhuma restrição.

Além disso, a participação dos estudantes nas atividades presenciais é facultativa às famílias. Nos casos em que os pais ou responsáveis optarem por não liberar o aluno para o ensino presencial, será mantido o regime totalmente remoto, para garantir a continuidade dos estudos. O estudante que optar por permanecer com suas atividades de forma remota, continuará desenvolvendo suas atividades sem prejuízos.

Alegria pelo retorno

Na Escola Estadual Eleonora Nunes Pereira, em Itabira, a manhã foi de recepção aos alunos e comemoração pelo reencontro. Juliana Luciana Santos, mãe do aluno Davi Emmanuel Santos, destaca o acolhimento e segurança do cumprimento dos protocolos para confiar seu filho à escola. “É uma satisfação imensa ver o sorriso no rosto do meu filho, de estar de volta à escola. Conhecer os novos amigos, a professora, a escola de forma geral”, destaca.

Ainda de acordo com Juliana, perceber o trabalho para deixar o ambiente seguro a deixou tranquila. “Pude perceber os cuidados, a segurança que a escola está nos fornecendo e eu me senti muito feliz com esse cuidado com o público. Não só com as crianças; a gente pode notar, eles passam essa segurança pra gente e pudemos ver isso”, pontua.
 

SEE / Reprodução

Empolgada, a diretora da unidade de ensino, Rosilene Simone de Carvalho, recepcionou pais e alunos na entrada da escola. Emocionada com o momento, ela faz um chamado para quem ainda não pôde voltar às aulas. “Estamos preparados para receber a comunidade escolar como um todo e ter nossos alunos de volta. Portões estão abertos esperando todos os estudantes”, ressalta.  

Segurança dos protocolos

Em Morro do Pilar, a felicidade em poder voltar ao convívio escolar não foi diferente. Na porta da Escola Estadual Cardeal Mota, os alunos foram recebidos com muita alegria e, desde o momento da chegada, já começaram a ter contato com os protocolos estabelecidos para a segurança sanitária. 

A vida voltando aos corredores e salas de aula das escolas, com a presença dos alunos, é muito importante, mas ainda não foi possível em todos os municípios e regiões de Minas. Todo o processo de retomada está sendo feito de forma planejada, segura e gradual, respeitando os protocolos sanitários e as evoluções das ondas do plano Minas Consciente, que monitora os índices epidemiológicos no estado. Assim, é fundamental que as famílias fiquem atentas às comunicações feitas pelas escolas para que recebam todas as orientações necessárias. Em caso de dúvidas, o contato com o gestor escolar é de extrema importância para esclarecimentos de todas as informações.

Para que o retorno aconteça com toda segurança, todas as escolas estaduais passaram por um checklist criterioso, validado pelo diretor da escola e pelo inspetor escolar, para aplicação dos protocolos sanitários, com adequações no ambiente e disponibilização dos equipamentos de proteção e produtos de higiene e limpeza. Tudo foi feito com muito cuidado para proporcionar à comunidade escolar um ambiente seguro.

Para confirmar em qual onda do Plano Minas Consciente seu município está, acesse www.mg.gov.br/minasconsciente

Ondas

Sempre que algum município for classificado na onda amarela ou verde, podendo ser consideradas também as microrregiões, será possível a retomada das atividades presenciais, desde que não exista nenhum decreto municipal de impedimento.

Havendo disponibilidade, o retorno sempre se dará primeiramente com o acolhimento dos professores e profissionais nas escolas em uma semana e, na semana seguinte, com a volta dos alunos. Essa dinâmica gradual e alternada – de acolhimento primeiramente dos profissionais e na outra semana dos alunos – deve prevalecer para a retomada em cada unidade de ensino. Por isso, é importante que as famílias mantenham sempre o contato com a direção da escola para acompanharem as informações.

A retomada das atividades escolares presenciais começa a partir dos anos iniciais do ensino fundamental, nível de ensino com estudantes em fase de alfabetização e com maior necessidade de apoio presencial para o processo de aprendizagem e para a criação de vínculos com as escolas e os professores. No ensino híbrido, haverá alternância entre o atendimento presencial e o remoto.

Nesta semana de 21 a 25/6, por exemplo, os alunos participam das atividades pedagógicas presenciais; na semana seguinte, as unidades de ensino não terão atividades presenciais e os professores farão o atendimento pelo aplicativo Conexão Escola. Já na outra semana, as atividades voltam a ser presenciais – e assim por diante.

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA