Nacional

PF combate grupo criminoso especializado em crimes financeiros

Publicado

em


Uma organização criminosa especializada nos crimes de evasão de divisas, câmbio ilegal e lavagem de dinheiro foi desarticulada, nesta quarta-feira (1º), pela Polícia Federal (PF), durante a Operação Massari. Os investigados atuavam na fronteira do Brasil com Uruguai, entre Santana do Livramento e Rivera.

O grupo criminoso também tinha ramificações no estado de São Paulo e litoral de Santa Catarina para executar o fluxo de dinheiro ilícito dessas regiões para a fronteira sul do Brasil e posteriormente para o Uruguai, a China, Argentina e o Chile.

Segundo a PF, ao menos R$ 13,5 milhões foram movimentados por intermédio de contas bancárias vinculadas aos investigados, nos últimos três anos. “Porém, estima-se que a movimentação financeira paralela seja muito superior, visto que a maior parte das operações se dá através de dinheiro em espécie”.

Cerca de 40 policiais federais cumprem desde o início da manhã dez mandados de busca e apreensão, em Santana do Livramento e um na cidade de São Paulo, além de ordem de bloqueio de contas bancárias e a indisponibilização de veículos.

De acordo com a PF, o nome da operação, Massari, é uma expressão usada pelos investigados ao se referirem às transações com dinheiro em espécie.

Edição: Aécio Amado

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook

Nacional

WhatsApp lança recursos premium para atrair empresas

Publicados

em

O WhatsApp anunciou o lançamento de novas bibliotecas de funcionalidades, conhecidas como APIs, baseadas em serviços de nuvem – quando o processamento dos aplicativos é feito em tempo real por servidores e enviado via internet para o usuário – com foco específico no uso empresarial do aplicativo. A novidade foi apresentada pelo presidente-executivo da Meta, antiga Facebook e dona do WhatsApp, Mark Zuckerberg.

A rede social de troca de mensagens instantâneas tem atraído cada vez mais usuários corporativos, e tem lançado diversas atualizações que visam aprimorar a relação entre clientes e empresas, como a possibilidade de transferir dinheiro dentro da própria plataforma.

Zuckerberg disse que a oferta significa que “qualquer empresa ou desenvolvedor pode acessar facilmente nosso serviço, projetar diretamente no WhatsApp para personalizar sua experiência e acelerar o tempo de resposta aos clientes usando nosso seguro WhatsApp Cloud API hospedada pela Meta.”

A Meta, que comprou o WhatsApp por 19 bilhões de dólares em 2014, disse que as empresas não poderão enviar mensagens para as pessoas no WhatsApp, exceto se elas pedirem para ser contatadas.

*Com informações da agência internacional de notícias Reuters.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA