Cidades

Nota técnica amplia para 50% o nº de alunos em regime presencial em Goiás

Publicado

em


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES) divulgou nova nota técnica, nº 8/2021, que recomenda a ampliação de 30% para 50% do número de alunos em regime presencial nas instituições de ensino no Estado. Conforme o documento, do dia 14 de julho, a decisão abrange todos os níveis educacionais.

De acordo com a recomendação, para além do rigoroso cumprimento dos protocolos de biossegurança estabelecidos pelo Centro de Operações Estratégicas (COE) de Goiás, as instituições de ensino deverão assegurar o distanciamento de, no mínimo, 1 metro de raio entre os alunos e de 2 metros entre o professor e o aluno nas salas de aula.

A nota técnica estabelece, também, que a ampliação do número de estudantes nas atividades presenciais somente poderá ocorrer nas unidades de ensino que cumprirem o conjunto de medidas necessárias para a segurança em saúde estabelecidas para o enfrentamento da pandemia de Coronavírus. Esta ampliação poderá ser implementada de forma gradual, por deliberação de cada instituição.

Escolas estaduais

A rede pública estadual de ensino retomará as aulas presenciais no próximo dia 2 de agosto, no início do segundo semestre, em regime híbrido, combinando atividades presenciais e remotas, e com a adoção de rodízio de turma de alunos com vistas a que todos sejam atendidos nas aulas presenciais. A rede estadual compreende 1.008 unidades escolares e 530 mil alunos.

Fonte: Seduc – Governo de Goiás

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Abertas as inscrições para o Canto da Primavera 2021

Publicados

em


O Governo de Goiás abriu, nesta segunda-feira (20), as inscrições para apresentações artísticas (shows e oficinas) na 20ª edição do Canto da Primavera – Mostra Nacional de Música de Pirenópolis (Canto 2021). Artistas e grupos interessados em participar do evento podem se inscrever, até 18 de outubro, pelo site cantodaprimavera.cultura.go.gov.br.

A mostra de música será realizada de 30 de novembro a 05 de dezembro, em Pirenópolis, seguindo todos os protocolos e medidas de segurança recomendados pelas autoridades sanitárias para conter o avanço da Covid-19. “Estamos resgatando o cenário cultural em Goiás”, afirma o governador Ronaldo Caiado.

“Será uma festa. A cultura goiana tem um governador que defende, que apoia e que respeita o setor”, diz Caiado. Podem participar do certame cantores, bandas, conjuntos, professores de renome local e regional, maiores de 18 anos e residentes em Goiás há pelo menos dois anos. Nesta edição serão selecionados 20 artistas para shows e quatro artistas ou professores para ministrar oficinas de bateria, violão, guitarra, contrabaixo e percussão.

A seleção dos participantes será feita com base em relevância cultural, qualidade técnica e artística, experiência, notoriedade, diversidade e criatividade. As atrações musicais serão apresentadas no palco que será montado no Cavalhódromo da cidade. Os investimentos somam mais de R$ 1 milhão no evento, que conta com convênio do governo federal.

Mais informações podem ser conferidas no edital disponível nos sites www.cultura.go.gov.br e cantodaprimavera.cultura.go.gov.br. Também, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (62) 3201-4631.

Leque de benefícios
Criado no ano 2000, como mecanismo de valorização da criação musical, o Canto da Primavera firmou-se, ao longo dos anos, como acontecimento de relevância para o Estado de Goiás. A Mostra Nacional de Música de Pirenópolis produz um vasto leque de benefícios. Estimula o desenvolvimento artístico e cultural da comunidade local, cria entretenimento, aquece o turismo e movimenta a economia.

Um dos momentos especiais do Canto da Primavera são as oficinas de música. Elas formam um enriquecedor entrelaçamento entre professores e instrumentistas, promovendo troca de informações e experiências na área de música.

A mostra, sobretudo, incentiva outros festivais musicais que acontecem na cidade e no restante do Estado de Goiás, justificando, assim, a capacidade de criar estímulos duradouros em direção a uma política de interiorização da cultura, principalmente no que diz respeito à capacitação e apresentação da música, ressaltando a importância do diálogo entre os artistas e a comunidade em geral.

Fonte: Secretaria de Cultura de Goiás- Secult

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA