Geral

Iniciada a formação de mais 51 policiais militares – Agência Brasília

Publicado

em


Seguindo protocolos de segurança sanitária – que inclui o distanciamento mínimo e uso obrigatório de máscaras e álcool gel –, os convocados para a 25ª turma do Curso de Formação de Oficiais, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), se apresentaram na Academia da Polícia Militar de Brasília (APMB), localizado no Setor Policial Sul, nesta terça-feira (1º).

“Conseguimos finalizar mais um ano com recorde de redução criminal. A redução desses dados está diretamente ligada ao esforço diário de nossos profissionais”Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública do DF

Ao todo, 51 alunos – sendo 42 homens e nove mulheres –, compareceram para entrega de documentação, realização de matrícula e orientações para a formação, que começa na próxima quinta-feira (3). A convocação dos alunos foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF), na última quarta-feira (26).

A duração prevista do curso é de três anos, período em que receberão instruções teóricas e atividades práticas para capacitação à função de oficial da PMDF. As disciplinas abrangem várias áreas do conhecimento, como direito, administração pública, pessoal, financeira e orçamentária, além das disciplinas próprias da carreira, como policiamento ostensivo, tiro, defesa pessoal e outras.

Para o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, a recomposição dos quadros é essencial para que as reduções criminais continuem. “Conseguimos finalizar mais um ano com recorde de redução criminal. Em 2021 tivemos o maior número de vidas poupadas em 45 anos, superando, assim, recordes já atingidos em 2019 e 2020, quando registramos as menores taxas de homicídios dos últimos 35 e 41 anos, respectivamente. A redução desses dados está diretamente ligada ao esforço diário de nossos profissionais”, ressalta.

“Pouco mais de dois terços já são militares pertencentes ou à PMDF ou ao Corpo de Bombeiros do DF, que migram de carreira de praça para oficial com o curso de formação, o que é uma oportunidade de já contarmos com policiais qualificados”Márcio Vasconcelos, comandante-geral da PMDF

“Contamos com o apoio do governador Ibaneis Rocha, que sempre tem um olhar especial para a segurança pública, sem poupar esforços e garantindo investimentos para a área”, completa.

Parte dos convocados já faz parte da PMDF, como explica o comandante-geral da corporação, coronel Márcio Vasconcelos. “Pouco mais de dois terços já são militares pertencentes ou à PMDF ou ao Corpo de Bombeiros do DF, que migram de carreira de praça para oficial com o curso de formação, o que é uma oportunidade de já contarmos com policiais qualificados e que só vão agora passar por uma nova formação para mudança de carreira”, explica.

Para Vasconcelos, a chegada de novos policiais é sempre benéfico para a instituição. “Estamos muito satisfeitos com o ciclo de formações, que devem continuar, o que é importante para a perenidade da instituição e a renovação das características que fazem parte da PMDF, uma instituição com tantas frentes de atuação. A chegada de novos integrantes é importante para a renovação de ideias e de propósitos dentro dos eixos de atuação da instituição. Agradecemos ao governador Ibaneis e a todos envolvidos no chamamento dos novos policiais”, relata.

Oficialato

O oficial é responsável pela administração da corporação e seu desenvolvimento, além do planejamento, implementação e fiscalização das atividades de policiamento ostensivo e preventivo e das operações policiais militares.

“O ingresso desses futuros oficiais e gestores da PMDF proporcionará a prestação de um melhor serviço à comunidade, no que diz respeito à manutenção e preservação da ordem pública e prevenção criminal, trazendo à população maior segurança e sensação de bem-estar em todo o Distrito Federal”, finaliza o chefe de Gestão de Pessoal da PMDF, coronel Klepter.

*Com informações da SSP-DF

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook

Geral

Governo do Tocantins investe mais de R$ 1 bilhão em infraestrutura e garante nova malha asfáltica para rodovias do Estado

Publicados

em

O Estado do Tocantins recebeu diversos investimentos na infraestrutura nos últimos meses. Foram disponibilizados mais de um R$ 1 bilhão pelo Governo do Tocantins, destinados, principalmente, à pavimentação e manutenção asfáltica de vias e rodovias de Norte a Sul do Estado, conforme anúncio realizado pela gestão estadual na manhã desta sexta-feira, 1º, na Associação Tocantinense de Municípios (ATM), em Palmas.

“O balanço da gestão dos últimos 8 meses traz uma realidade de várias ações que estavam paralisadas. Hoje trouxemos resultados favoráveis. O Estado trabalha de forma planejada. O eixo principal de desenvolvimento que a gestão mais avançou foi o de infraestrutura. O setor é o principal e realmente precisava de atenção: recuperar trechos rodoviários, por onde passa toda nossa economia e gera todo o desenvolvimento do Estado, que é agropecuário. Era necessário recuperar esses trechos rodoviários”, ressaltou o secretário do Planejamento, Sergislei Moura, durante o evento na ATM.

Conforme mencionou o secretário do Planejamento, o destaque dos trabalhos do Governo do Tocantins ficou com a área da infraestrutura, que iniciou neste ano o Plano de Pavimentação, Recuperação e Conservação de Rodovias, investindo R$ 700 milhões para a melhoria de 30 trechos estaduais. Outra ação que merece destaque é o Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Emprego e Renda, que viabilizou R$ 278 milhões aos 139 municípios tocantinenses, sendo R$ 2 milhões para cada um; e o Programa de Habitação do Estado que, através do Projeto Prioritário de Investimento – Intervenção em Favela (PPI-Favela), entregou 36 moradias em Palmas, além de investimentos na construção de pontes em todo o território estadual.

“Estamos trabalhando, sobretudo, na recuperação de rodovias estaduais importantes para o tocantinense e para o escoamento da produção local”, pontuou Márcio Pinheiro, presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

Asfalto novo

O o Plano de Pavimentação, Recuperação e Conservação de Rodovias está transformando o Tocantins num canteiro de obras asfálticas. São 30 trechos de rodovias estaduais sendo reconstruídas ou recuperadas simultaneamente, de norte a sul do Estado.

Com o Plano, foram disponibilizados R$ 700 milhões para a recuperação desses trechos rodoviários importantes para a mobilidade e escoamento de produções no Tocantins. Dentre os quais, trecho na TO-030, entre Taquaralto e Santa Tereza do Tocantins; na TO-020, entre Palmas e Aparecida do Rio Negro; na TO-010, entre Palmas e Lajeado; na TO-348, entre Luzimangues e Barrolândia; na TO-050, entre Porto Nacional e Silvanópolis; e na mesma TO-050, trecho entre Porto Nacional e Palmas; trecho na TO-070, entre Dueré e Formoso; e na TO-335, entre Colinas e Couto Magalhães.

Outros quatro trechos merecem destaques, porque serão mais de 100 km recuperados em cada um. São eles: na TO-080, entre Paraíso do Tocantins e Caseara; na TO-336, entre Guaraí e Couto Magalhães; na TO-374, entre Marianópolis e Lagoa da Confusão; e na TO-373, entre Alvorada, Araguaçu e Divisa Tocantins-Goiás.

Pontes
A construção da ponte nova sobre o rio Tocantins, na rodovia TO-255 em Porto Nacional, recebeu investimento de R$ 149 milhões, e está com o cronograma em dia. A previsão de entrega da obra é de um ano e meio. “As obras estão dentro do calendário e essa ponte está sendo construída com bastante cuidado, para ser uma obra de qualidade”, destaca o governador Wanderlei Barbosa, ao lembrar que a ponte velha está interditada por volume de peso, o que impossibilita o escoamento de produções e a mobilidade da população. Vale lembrar que a conclusão da obra ligará a região à Ferrovia Norte-Sul, principal via de escoamento de grãos do sudoeste baiano e do Tocantins.

Em Couto Magalhães foram investidos R$ 508 mil do Tesouro Estadual junto com recursos de emenda parlamentar para a recuperação de vigas de concreto de quatro pontes do município. A construção e a reforma das pontes foram executadas pela Ageto, por meio do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS).

As duas pontes construídas e entregues em Santa Rosa do Tocantins, uma sob o Rio Formiga e a outra sob o Rio Manoel Alves, totalizam investimento de R$ 14 milhões. De acordo com o prefeito, Levi Teixeira de Oliveira, a população da região esperou pelas obras por, pelo menos, uma década.

“Sempre que o Governo faz uma obra, ele leva em consideração o direito de ir e vir das pessoas, com segurança. Os moradores precisam dessas garantias, com rodovias, pontes e estradas de qualidade”, sintetizou Wanderlei Barbosa.

Programa de Fortalecimento

Com políticas de fortalecimento municipalista, o Governo do Tocantins disponibilizou R$ 278 milhões para os 139 municípios, sendo que cada um está recebendo parcelas que totalizam R$ 2 milhões. O repasse refere-se ao Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Emprego e Renda para os municípios. Já foram transferidos R$ 100 aos municípios habilitados, com pagamento da primeira e segunda parcela.  

Alguns municípios aplicaram na manutenção, recuperação e pavimentação de vias, construção de praças e parques, entre outras benfeitorias, prestaram contas e começaram a receber valores referentes à terceira etapa. São os casos dos municípios de Tabocão, Miracema, Natividade, Ipueiras (distrito de São Francisco), e zonas urbana e rural de Dois Irmãos, que, em maio, receberam, juntos, R$ 7,6 milhões para pavimentação asfáltica, calçamento de vias públicas e construção de pontes e bueiros em seus respectivos municípios.

Em relação aos repasses, a prefeita de Guaraí, Fátima Coelho, afirmou que a primeira remessa já está quase toda empenhada e foi utilizada para recuperar ruas importantes da cidade. “Conseguimos dar início às obras da Avenida Fortaleza, uma das principais de Guaraí e que ficou completamente destruída depois do período de chuva”, explicou.

O prefeito de Paraíso do Tocantins, Celso Morais, enalteceu o Programa de Fortalecimento. “Mais uma vez o governo do Estado valorizando e incentivando a geração de empregos na nossa região”, frisou.

Habitação

Em maio, durante as comemorações de aniversário da Capital, o Governo do Tocantins entregou 36 moradias através do programa de Projetos Prioritários de Investimentos – Intervenção em Favela (PI-Favela). O programa é realizado pelo Governo Federal, com investimento da ordem de R$ 4,3 milhões e contrapartida do Governo do Tocantins, com investimento de R$ 3,1 milhões.

Em anexo, a apresentação Mais Investimentos Mais Resultados com o balanço do trabalho da atual gestão do Governo do Tocantins em 10 eixos temáticos de desenvolvimento do Estado.

Trecho da TO-080 é recuperado com o Plano de Pavimentação, Recuperação e Conservação de Rodovias, de R$ 700 milhões – Thiago Sá/Governo do Tocantins

Nova ponte de Porto Nacional recebeu investimento de R$ 149 milhões e está com o cronograma em dias e a previsão de entrega é de um ano e meio – Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins

O presidente da Ageto, Márcio Pinheiro, afirmou que as obras são importantes para o escoamento da produção – Tharson Lopes/Governo do Tocantins

Asfalto no Setor Maracanã, em Araguaína, recebeu investimento do Governo do Tocantins por meio da Ageto – Antonio Gonçalves /Governo do Tocantins

Prefeito de Paraíso, Celso Morais, fala da valorização dos municípios com do Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Emprego – Esequias Araújo/Governo do Tocantins

Prefeita de Guaraí, Fátima Coelho, contou que a primeira remessa do Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Emprego  já está quase toda empenhada e foi utilizada para recuperar ruas importantes da cidade – Esequias Araújo /Governo do Tocantins

Fonte: Governo TO

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA