Minas Gerais

ESP-MG abre seleção para 40ª turma de Especialização em Saúde Pública

Publicado

em


Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) publicou edital de seleção de alunos para a 40ª turma da pós-graduação lato sensu – Especialização em Saúde Pública. As inscrições vão até 18 de julho.

O curso disponibiliza 30 vagas, com carga horária de 400 horas/aula, sendo 360 de aulas presenciais e mais 40 horas para elaboração e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O começo das aulas está previsto para outubro/2021, com término em novembro/2022.

A expectativa da ESP-MG é a de que as aulas sejam oferecidas no formato presencial. No entanto, as atividades letivas poderão seguir de maneira remota, conforme as orientações do plano Minas Consciente para as macrorregiões de Saúde no contexto da pandemia de covid-19. Na classificação do Estado, a ESP-MG está inserida na macrorregião Centro.
 

Pré-requisitos

Para se inscrever no processo seletivo, o candidato precisa:

– possuir escolaridade de nível superior, comprovada por meio de certificado ou declaração de conclusão de curso de graduação, expedido por Instituição de Ensino Superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC);

– atuar como trabalhador da atenção à saúde e/ou da vigilância à saúde e/ou da gestão do sistema público de saúde, em Minas Gerais, em instituições que compõem o SUS, que sejam vinculadas a qualquer esfera administrativa (municipal, estadual ou federal). No caso de instituições hospitalares filantrópicas, serão consideradas apenas aquelas que possuem, no mínimo, 60% de atendimento destinado ao SUS. O trabalhador precisa ter anuência institucional para participação no curso, expedida a partir da data de publicação do edital.

Inscrições

Nesta edição, diferentemente das anteriores, as inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo Sistema de Gestão Acadêmica ESP-MG (Sigae)

Confira, a seguir, o passo a passo para cadastramento no sistema e para inscrição no processo seletivo:

– acessar o endereço sigae.esp.mg.gov.br/;
– fazer cadastro – criando usuário e senha;
– no campo “Usuário”, clicar em “Inscrições Abertas”;
– selecionar “Inscrição Especialização em Saúde Pública – Turma 2021-2022”;
– fazer a inscrição preenchendo as informações solicitadas e anexando todos os documentos exigidos (Os documentos devem estar em arquivo em formato PDF);
– a confirmação da inscrição será enviada para o e-mail cadastrado;
– todas as informações encontram-se no edital.

Tradição e reconhecimento

A ESP-MG tem tradição na formação de sanitaristas. A primeira edição do curso de Especialização em Saúde Pública foi em 1947, um ano após a criação da Escola, que completou 75 anos em 2021. Desde então, já foram formados 960 especialistas em Saúde Pública.

Esta pós-graduação – curso mais tradicional da ESP-MG – é reconhecida pelos trabalhadores do SUS no estado e também pelas instituições formadoras em saúde de outros estados brasileiros. A especialização é oferecida de forma contínua e amplamente procurada pelos profissionais. Em fevereiro de 2017, foi acreditada pela Agência de Acreditação Pedagógica da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

A divulgação das inscrições deferidas será feita em 11/8/2021, no site da www.esp.mg.gov.br.

Dúvidas e outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: saudepublica.espmg2021@gmail.com.

Comentários do Facebook

Minas Gerais

Alunos voltam às aulas presenciais em 85 escolas de Minas Gerais

Publicados

em


Nesta segunda-feira (21/6), 85 escolas em 16 municípios retomaram as atividades presenciais no modelo híbrido desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG). A semana marca importante passo nas atividades da rede estadual, após quase um ano e meio de ensino remoto.

Com toda segurança e cuidado com a comunidade escolar, foram aplicados os protocolos sanitários, definidos pelo Comitê Extraordinário Covid-19 e Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), e implementado um checklist nas unidades de ensino para garantir que todos estejam e se sintam seguros neste momento.

A retomada está sendo feita, nesta semana, em escolas de municípios localizados nas ondas amarela e/ou verde do Plano Minas Consciente, e nos quais as prefeituras não apresentaram nenhuma restrição.

Além disso, a participação dos estudantes nas atividades presenciais é facultativa às famílias. Nos casos em que os pais ou responsáveis optarem por não liberar o aluno para o ensino presencial, será mantido o regime totalmente remoto, para garantir a continuidade dos estudos. O estudante que optar por permanecer com suas atividades de forma remota, continuará desenvolvendo suas atividades sem prejuízos.

Alegria pelo retorno

Na Escola Estadual Eleonora Nunes Pereira, em Itabira, a manhã foi de recepção aos alunos e comemoração pelo reencontro. Juliana Luciana Santos, mãe do aluno Davi Emmanuel Santos, destaca o acolhimento e segurança do cumprimento dos protocolos para confiar seu filho à escola. “É uma satisfação imensa ver o sorriso no rosto do meu filho, de estar de volta à escola. Conhecer os novos amigos, a professora, a escola de forma geral”, destaca.

Ainda de acordo com Juliana, perceber o trabalho para deixar o ambiente seguro a deixou tranquila. “Pude perceber os cuidados, a segurança que a escola está nos fornecendo e eu me senti muito feliz com esse cuidado com o público. Não só com as crianças; a gente pode notar, eles passam essa segurança pra gente e pudemos ver isso”, pontua.
 

SEE / Reprodução

Empolgada, a diretora da unidade de ensino, Rosilene Simone de Carvalho, recepcionou pais e alunos na entrada da escola. Emocionada com o momento, ela faz um chamado para quem ainda não pôde voltar às aulas. “Estamos preparados para receber a comunidade escolar como um todo e ter nossos alunos de volta. Portões estão abertos esperando todos os estudantes”, ressalta.  

Segurança dos protocolos

Em Morro do Pilar, a felicidade em poder voltar ao convívio escolar não foi diferente. Na porta da Escola Estadual Cardeal Mota, os alunos foram recebidos com muita alegria e, desde o momento da chegada, já começaram a ter contato com os protocolos estabelecidos para a segurança sanitária. 

A vida voltando aos corredores e salas de aula das escolas, com a presença dos alunos, é muito importante, mas ainda não foi possível em todos os municípios e regiões de Minas. Todo o processo de retomada está sendo feito de forma planejada, segura e gradual, respeitando os protocolos sanitários e as evoluções das ondas do plano Minas Consciente, que monitora os índices epidemiológicos no estado. Assim, é fundamental que as famílias fiquem atentas às comunicações feitas pelas escolas para que recebam todas as orientações necessárias. Em caso de dúvidas, o contato com o gestor escolar é de extrema importância para esclarecimentos de todas as informações.

Para que o retorno aconteça com toda segurança, todas as escolas estaduais passaram por um checklist criterioso, validado pelo diretor da escola e pelo inspetor escolar, para aplicação dos protocolos sanitários, com adequações no ambiente e disponibilização dos equipamentos de proteção e produtos de higiene e limpeza. Tudo foi feito com muito cuidado para proporcionar à comunidade escolar um ambiente seguro.

Para confirmar em qual onda do Plano Minas Consciente seu município está, acesse www.mg.gov.br/minasconsciente

Ondas

Sempre que algum município for classificado na onda amarela ou verde, podendo ser consideradas também as microrregiões, será possível a retomada das atividades presenciais, desde que não exista nenhum decreto municipal de impedimento.

Havendo disponibilidade, o retorno sempre se dará primeiramente com o acolhimento dos professores e profissionais nas escolas em uma semana e, na semana seguinte, com a volta dos alunos. Essa dinâmica gradual e alternada – de acolhimento primeiramente dos profissionais e na outra semana dos alunos – deve prevalecer para a retomada em cada unidade de ensino. Por isso, é importante que as famílias mantenham sempre o contato com a direção da escola para acompanharem as informações.

A retomada das atividades escolares presenciais começa a partir dos anos iniciais do ensino fundamental, nível de ensino com estudantes em fase de alfabetização e com maior necessidade de apoio presencial para o processo de aprendizagem e para a criação de vínculos com as escolas e os professores. No ensino híbrido, haverá alternância entre o atendimento presencial e o remoto.

Nesta semana de 21 a 25/6, por exemplo, os alunos participam das atividades pedagógicas presenciais; na semana seguinte, as unidades de ensino não terão atividades presenciais e os professores farão o atendimento pelo aplicativo Conexão Escola. Já na outra semana, as atividades voltam a ser presenciais – e assim por diante.

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA