Nacional

Campanha Maio Amarelo chama atenção para transporte seguro

Publicado

em

A Rodoviária do Rio, segundo terminal em movimentação de passageiros do Brasil, e mais oito terminais rodoviários do país estão realizando hoje (20), até as 15h, com a participação da  Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati), em parceria com o Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) o Dia D da campanha Maio Amarelo com o tema Juntos Salvamos Vidas.

A ação, organizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, tem ainda o apoio da Confederação Nacional do Transporte (CNT), da Agência Nacional de Transportes Terrestres(ANTT) e da SOCICAM, empresa especializada em gestão de terminais de passageiros rodoviários e urbanos.

Para marcar o mês da conscientização sobre a segurança no trânsito, a Abrati programou atividades presenciais nas rodoviárias das principais capitais brasileiras. A intenção é reforçar a importância da união entre empresas regulares do transporte rodoviário terrestre e passageiros conscientes e responsáveis para a promoção de uma viagem tranquila e segura. Além do Rio, participam da ação as rodoviárias de Teresina, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, São Paulo, de Vitória e de Curitiba.

Os passageiros que passarem pelos terminais vão receber orientações de funcionários das empresas regulares do setor sobre a importância do uso do cinto de segurança durante a viagem e sobre a responsabilidade da escolha pelo transporte regular e oficial. Já para os motoristas, equipes do Sest Senat estão passando informações sobre a importância da direção defensiva, o uso responsável do celular. Eles recebem também material de treinamento e um programa de reciclagem.

A previsão da Rodoviária do Rio é que hoje 30 mil passageiros transitem pelo terminal. A sexta-feira costuma ser um dia de maior fluxo em função do final de semana e da retomada das viagens de ônibus pelo Brasil. A campanha será veiculada nas mídias indoor, e ainda em cartazes e nas redes sociais da rodoviária.

Os canais virtuais de comunicação da Abrati também veiculam a campanha destacando o investimento e a capacitação das suas associadas para garantir viagens tranquilas e seguras à população. A entidade reúne mais de 80% das empresas regulares do setor. A campanha chama atenção ainda para o compromisso de que um trânsito mais seguro depende também de uma mudança de comportamento dos passageiros. “Infelizmente, muitos deles ignoram os riscos e embarcam em viagens ilegais, que desobedecem a regras e práticas fundamentais para um transporte seguro e confiável”, afirmou a Abrati, destacando que essa atitude pode gerar um grande prejuízo.

Esse também é o motivo da parceria da campanha do Maio Amarelo com a ANTT para ressaltar a relevância do transporte de passageiros seguir padrões estabelecidos a partir de regras que garantem a segurança das viagens.

“É preciso chamar a atenção de todos para o fato de que uma oferta de passagens mais baratas pode estar relacionada diretamente à falta de padrões de manutenção e ao descuido na capacitação dos motoristas, que pode colocar em risco a vida dos passageiros”, afirmou a conselheira e porta-voz da Abrati, Letícia Pineschi.

Conforme a Abrati, as empresas rodoviárias regulares desenvolvem programas permanentes de qualificação técnica e operacional da mão de obra, composta por cerca de 60 mil empregados diretos. Entre eles, 15 mil são motoristas. “A capacitação, a saúde e o descanso adequado dos motoristas são fatores preponderantes para uma viagem tranquila. Além disso, só por meio dos ônibus regulares é possível contar com aplicativos de alerta, controle de velocidade e monitoria da viagem”, apontou.

Entre as medidas de segurança do transporte, adotadas pelas empresas regulares, que vão desde o embarque ao desembarque feitos em terminais autorizados, seguros e fiscalizados, estão o envio, caso haja algum impedimento durante o trajeto, de um ônibus reserva em socorro do veículo principal, para atender os passageiros. Além disso, a segurança do passageiro é garantida pela oferta pelas empresas regulares de todos os seguros e indenizações previstas em lei, que incluem desde o seguro para bagagem até a cobertura e indenizações em caso de acidente.

“Todas essas ações preservam vidas, reduzem acidentes e possibilitam mais segurança nas estradas, e esses dados precisam ser mostrados com efetividade para que possamos construir um trânsito mais seguro”, relatou Letícia Pineschi.

Maio Amarelo

A campanha Maio Amarelo foi criada para alertar a sociedade sobre o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A ideia é alcançar uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. “A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas”, acrescentou a entidade.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook

Nacional

Fábricas de Cultura exploram narrativas negras na literatura em julho

Publicados

em

A diversidade das narrativas negras na literatura é o destaque das bibliotecas das Fábricas de Cultura em julho. As atividades são gratuitas e ocorrem presencialmente nas unidades das zonas Sul e Norte da capital paulista, além de Diadema e Osasco, na Região Metropolitana, e Iguape, no Vale do Ribeira. As Fábricas de Cultura, ligadas à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. 

A programação do mês começa na Fábrica de Cultura Brasilândia com a atividade Mala de Ébano: Contos da Tradição Oral Africana que será realizada no dia 5 de julho, às 11h. Na mala de Ébano, Mariana Per carrega histórias de seus ancestrais que conheceu viajando nas palavras dos mestres que encontrou. Ela abrirá essa mala junto com o público para compartilhar os diversos contos orais africanos que reuniu. A atividade irá circular por outras unidades das Fábricas de Cultura.

Na Fábrica de Cultura Jaçanã, a equipe de biblioteca realiza a atividade De Suelis, Carolinas e Conceições: Experiências Femininas Afro-latina no dia 5, às 14h. A atividade, que celebra o Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha (25 de julho), visa promover reflexões a respeito da trajetória de mulheres afro-latinas, intelectuais insurgentes e acadêmicas importantes para a teoria e literatura brasileira. 

Serão utilizados livros disponíveis na biblioteca, como Racismo, Sexismo e Desigualdade no Brasil, de Sueli Carneiro, Olhos d’água, de Conceição Evaristo, Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, de Carolina Maria de Jesus, e Heroínas negras brasileiras: em 15 cordéis, de Jarid Arraes.

“As programações das bibliotecas do Programa Fábrica de Cultura buscam trabalhar temáticas que possam refletir em seu território de atuação e, no mês de julho, vão ao encontro do mês da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha comemorado em 25 de julho”, destacou a analista Artístico-Pedagógico do Programa Fábricas de Cultura, Andreen Fatima da Silva. 

“Nossas equipes buscam trazer para os espaços atividades que possam mobilizar o público frequentador a dialogar sobre narrativas, contribuições, a existência e resistência da comunidade negra”, completou.

Também no dia 5 de julho, às 14h, mas em Diadema, ocorre a atividade Calendário de Histórias não Contadas, que neste mês tem como temática a música. O encontro abordará a vida e obra de Sister Rosetta Tharpe, a mulher negra que inventou o rock e foi apagada da história de um dos maiores estilos musicais do mundo.

Na oficina Quadrinhos Maker, a equipe de biblioteca da Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha vai ensinar um pouco sobre esse estilo de criação de histórias, além de incentivar que o público faça seus próprios quadrinhos. A oficina ocorre no dia 6 de julho, a partir das 10h. 

Também haverá espaço para a poesia na unidade Capão Redondo. No dia 6 de julho, das 14h às 16h, a equipe de biblioteca promove a atividade Pop-Up e Poesia, que mostrará o processo de produção desta arte em papel através da poesia de Mário Quintana, poeta brasileiro que completaria 116 anos em 2022.

‘Nós Mulheres’

Um dos destaques da programação acontece na unidade Jardim São Luís, onde a equipe de biblioteca promove no dia 6 de julho, às 14h30, a atividade ‘Nós Mulheres’ que  levanta uma discussão sobre representatividade, racismo, machismo, feminicídio e lesbofobia. No final, os participantes montarão um painel artístico sobre o tema para ser exposto na biblioteca.

No dia 7 de julho, às 14h30, haverá o Circuito Virtual pelas Narrativas Negras na unidade Vila Nova Cachoeirinha. Já na Fábrica de Cultura 4.0 Osasco o foco será a história das mulheres negras. No dia 8 de julho, às 14h, a equipe de biblioteca explora o livro Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis, da autora Jarid Arraes, para dar visibilidade às histórias de importantes mulheres negras brasileiras que se destacaram por suas lutas em busca da libertação de populações negras no Brasil e que impactam até hoje nas lutas negras por igualdade e respeito.

No Vale do Ribeira, a Fábrica de Cultura 4.0 Iguape realiza a atividade Mandala Terapêutica, uma oficina que ensinará a produzir este item para decoração e inspiração no dia 13 de julho, às 9h30. 

Pela internet

No dia 11 de julho, às 11h, estará disponível, no canal do YouTube das Fábricas de Cultura, a Roda de Conversa com Funkeiros Cults. A conversa pretende ampliar a visão do cenário cultural brasileiro enquanto aponta os dilemas e reflexões de artistas e produtores a partir de produções periféricas, principalmente na literatura.

Além disso, todas as unidades irão receber a atividade Trilha Literária realizada pelo Crialudis, entre 2 e 9 de julho, que tem como proposta convidar o público para um jogo de percurso com tabuleiro gigante que possibilita uma imersão por diversos clássicos da literatura infantojuvenil, despertando o gosto e interesse pela leitura.

Confira a programação completa no site das Fábricas de Cultura.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA