Distrito Federal

Av. Paulo Hungria, no Gama, ganha asfalto novo

Publicado

em


Mais uma tradicional avenida do Gama está sendo recuperada pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Depois da Avenida dos Pioneiros, que ganhou 4 quilômetros de asfalto novinho em folha, chegou a vez da Avenida Paulo Hungria, mais conhecida na cidade como Rua do Comper. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) começou o recapeamento asfáltico de toda a via, que mede cerca de 700 metros.

A obra é da Novacap e emprega cerca de 50 operários e maquinários próprios. Toda a base da avenida será recuperada para, depois, iniciar a pavimentação Foto: Acácio Pinheiro/ Agência Brasília

Localizada no Setor Central, a Paulo Hungria faz ligação até a Pioneiros e também leva para uma das saídas da Região Administrativa. O fluxo é de 15 mil motoristas por dia. O servidor público Celio Marruá, 49 anos, que passa por lá todos os dias, considera a reforma de extrema importância para a população.

“Trafegar aqui era muito ruim. Muito buraco e trânsito lento. Quando chove, todos sabem que piora. Agora vai ficar uma maravilha”, aposta o morador.

Quem frequenta a área comercial e usa o centro de saúde 5 também comemora a reforma. “É uma das principais avenidas da cidade e, com a obra, vai aumentar o fluxo de carros. Mais carros passando, melhora o movimento no comércio”, acredita.

“Tapa-buraco não dava mais, melhor é arrancar tudo”, diz o vendedor de uma loja de materiais elétricos na região, Tiago Andrade.

A obra é da Novacap. Os operários, cerca de 50, são do quadro de funcionários e o maquinário é próprio. Toda a base da avenida será recuperada para, depois, iniciar a pavimentação. A previsão é de quem em 20 dias a obra esteja pronta na Rua do Comper. Em seguida, entra o serviço do Detran-DF que fará as sinalizações vertical e horizontal.

“Essa obra é muito importante para o Gama, local em que estamos trabalhando firme na recuperação das avenidas. Vamos garantir mais segurança e conforto aos motoristas”, diz o presidente da Novacap, Fernando Leite. De acordo com a Administração Regional, após a finalização da Avenida Paulo Hungria, a próxima da lista de obras no Gama é a Avenida 33/34, no Setor Leste.

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Webinário Junho Verde debate instrução normativa ambiental

Publicados

em


No âmbito das comemorações relacionadas ao mês do meio ambiente, o Instituto Brasília Ambiental, juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), transmitiu, nesta segunda-feira (21), pelo canal do YouTube da autarquia, o terceiro dia do webinário Junho Verde, com foco na Instrução Normativa (IN) nº 33, que estabelece procedimentos de recuperação ambiental no Distrito Federal.

No início da live, o titular da Superintendência de Licenciamento Ambiental (Sulam) do instituto, Alisson Neves, falou sobre a importância dos mecanismos de recuperação saudável do meio ambiente. Destacou três pontos fundamentais para o processo: a recuperação ambiental não é atividade potencialmente poluidora; o dano ambiental não deve ser terceirizado ao órgão ambiental e os processos de recuperação devem ser apresentados pelos interessados.

Em seguida, a jornalista Bárbara Xavier, da Assessoria de Comunicação do Brasília Ambiental, abriu os trabalhos, apresentando as participantes do órgão – a diretora de Licenciamento Ambiental, Juliana de Castro, e a engenheira Heloísa Carvalho. As palestrantes falaram sobre o ato administrativo, recordando seu histórico e destacando atualizações e inovações do processo.

Em relação à inovação trazida pela IN 33/2020, Juliana de Castro citou a emissão de autorização por adesão e compromisso: “Consiste num documento em que o interessado se compromete a cumprir todas as exigências preestabelecidas pelo órgão ambiental. Ainda está em fase de teste, mas nós estamos confiantes no sucesso desta medida, de maneira a aproximar o interessado do órgão ambiental”.

“A publicação dessa Instrução Normativa foi só o início de um grande trabalho que ainda perdura. À medida que vamos executando, nós vamos amadurecendo as ideias”Heloísa Carvalho, analista do Brasília Ambiental

A respeito da organização e efetividade dos processos de recuperação ambiental, Heloísa Carvalho falou sobre os objetivos, tanto para recomposição de vegetação nativa quanto para reabilitação ecológica. Também abordou os atos motivadores, relatórios de monitoramento, indicadores e quitação da obrigação, entre outros itens. “A publicação dessa Instrução Normativa foi só o início de um grande trabalho que ainda perdura. À medida que vamos executando, nós vamos amadurecendo as ideias”, explicou a engenheira.

O encerramento do webinário Junho Verde, iniciado no dia 7, será na próxima segunda-feira (28), com o tema “A tecnologia a serviço do meio ambiente do DF”, também com transmissão ao vivo pelo YouTube do Brasília Ambiental, a partir das 10h. Confira aqui a programação completa do evento.

*Com informações do Brasília Ambiental

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA