Distrito Federal

Arniqueira tem asfalto novo e reforma em quadras esportivas

Publicado

em


Os parquinhos e quadras poliesportivas de Arniqueira agora estão mais limpos e renovados para o lazer. Desde segunda-feira (7), equipes do Polo Central 2 do GDF Presente e da administração regional trabalham na recuperação desses espaços que há anos não passavam por manutenção. Além disso, a operação tapa-buracos se divide por toda a região administrativa (RA).

Desde o início da semana, as equipes do GDF Presente fizeram a troca de areia, limpeza, pintura e reparos nos alambrados dos mobiliários urbanos| Foto: Divulgação/GDF Presente

Os serviços são feitos em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Nesta quinta-feira (10), os operários estiveram em quatro parques infantis e uma quadra de esportes do Areal, localizados nas quadras QS 8, 10 e 11. Entre os serviços executados, a troca de areia, limpeza, pintura e reparos nos alambrados dos mobiliários urbanos.

“Nossa equipe da administração mapeou os locais e vamos aos poucos recuperar essas pracinhas junto com o GDF Presente”Telma Rufino, administradora de Arniqueira

“Temos cerca de 30 pontos de lazer como esses aqui em Arniqueira e quase todos tinham algum tipo de problema”, explica a administradora Telma Rufino. “Nossa equipe da administração mapeou os locais e vamos aos poucos recuperar essas pracinhas junto com o GDF Presente”, complementa.

Pelas ruas, a missão é tapar buracos por todos os conjuntos. Os três bairros da RA – Setor Habitacional Arniqueira (SHA), Areal e Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) – serão beneficiados até o final da semana. Cerca de 5 toneladas de massa asfáltica estão sendo empregadas por dia e a Avenida Principal de Arniqueira já foi toda recuperada.

Segundo o coordenador do polo, Rodrigo Caverna, o desgaste no asfalto da cidade é grande. “As pistas vão envelhecendo e as valas aparecem. São muitos os pedidos de moradores via Ouvidoria. Vamos fazendo os reparos conforme a administração nos passa”, pontua.

Lixo verde e restos de construção são os materiais mais encontrados pelos operários | Foto: Divulgação/GDF Presente

Recolhimento de entulho

Outra ação diária em Arniqueira é o recolhimento de lixo e inservíveis. Em três dias de serviço, 90 toneladas de entulhos foram retiradas das ruas e de duas áreas de transbordo irregular da cidade. Lixo verde e restos de construção são os materiais mais encontrados pelos operários.

Uma equipe de 20 homens da Novacap e administração, além de oito reeducandos do programa Mãos Dadas, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), participam dos trabalhos na RA.

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Webinário Junho Verde debate instrução normativa ambiental

Publicados

em


No âmbito das comemorações relacionadas ao mês do meio ambiente, o Instituto Brasília Ambiental, juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), transmitiu, nesta segunda-feira (21), pelo canal do YouTube da autarquia, o terceiro dia do webinário Junho Verde, com foco na Instrução Normativa (IN) nº 33, que estabelece procedimentos de recuperação ambiental no Distrito Federal.

No início da live, o titular da Superintendência de Licenciamento Ambiental (Sulam) do instituto, Alisson Neves, falou sobre a importância dos mecanismos de recuperação saudável do meio ambiente. Destacou três pontos fundamentais para o processo: a recuperação ambiental não é atividade potencialmente poluidora; o dano ambiental não deve ser terceirizado ao órgão ambiental e os processos de recuperação devem ser apresentados pelos interessados.

Em seguida, a jornalista Bárbara Xavier, da Assessoria de Comunicação do Brasília Ambiental, abriu os trabalhos, apresentando as participantes do órgão – a diretora de Licenciamento Ambiental, Juliana de Castro, e a engenheira Heloísa Carvalho. As palestrantes falaram sobre o ato administrativo, recordando seu histórico e destacando atualizações e inovações do processo.

Em relação à inovação trazida pela IN 33/2020, Juliana de Castro citou a emissão de autorização por adesão e compromisso: “Consiste num documento em que o interessado se compromete a cumprir todas as exigências preestabelecidas pelo órgão ambiental. Ainda está em fase de teste, mas nós estamos confiantes no sucesso desta medida, de maneira a aproximar o interessado do órgão ambiental”.

“A publicação dessa Instrução Normativa foi só o início de um grande trabalho que ainda perdura. À medida que vamos executando, nós vamos amadurecendo as ideias”Heloísa Carvalho, analista do Brasília Ambiental

A respeito da organização e efetividade dos processos de recuperação ambiental, Heloísa Carvalho falou sobre os objetivos, tanto para recomposição de vegetação nativa quanto para reabilitação ecológica. Também abordou os atos motivadores, relatórios de monitoramento, indicadores e quitação da obrigação, entre outros itens. “A publicação dessa Instrução Normativa foi só o início de um grande trabalho que ainda perdura. À medida que vamos executando, nós vamos amadurecendo as ideias”, explicou a engenheira.

O encerramento do webinário Junho Verde, iniciado no dia 7, será na próxima segunda-feira (28), com o tema “A tecnologia a serviço do meio ambiente do DF”, também com transmissão ao vivo pelo YouTube do Brasília Ambiental, a partir das 10h. Confira aqui a programação completa do evento.

*Com informações do Brasília Ambiental

Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA