Cidades

Agehab inscreve para Aluguel Social em Aparecida

Publicado

em


O Governo de Goiás recebe, até a próxima quinta-feira (2/12), inscrições de moradores de Aparecida de Goiânia para o programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social, que vai custear mensalmente em R$ 350 o aluguel de famílias que se enquadrarem no perfil socioeconômico estabelecido pela Agência Goiana de Habitação (Agehab). O município foi escolhido como projeto-piloto da nova linha do programa habitacional do Estado, que se encontra, no momento, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) para segunda e definitiva votação no plenário. 

“Se tem um ponto do qual nós, no Governo de Goiás, não nos distanciamos, nem um minuto, é de cuidar das famílias mais vulneráveis do Estado”, destaca o governador Ronaldo Caiado. “Somos um governo que trabalha pelo social para chegar às pessoas. Esse é nosso objetivo”, completa.

Para dar agilidade aos trâmites administrativos, a Agehab já iniciou o cadastramento de famílias aparecidenses interessadas. Os primeiros contemplados pelo aluguel social receberão seus cartões para uso do benefício durante o Mutirão Iris Rezende, nos dias 11 e 12 de dezembro, em Aparecida de Goiânia, entre os atendimentos da Agehab previstos para o evento. As inscrições dos interessados deverão ser feitas pela internet, no site www.agehab.go.gov.br, ou pessoalmente na sede da agência, em Goiânia, na Rua 18-A, nº 541, Setor Aeroporto.

O programa de aluguel social visa combater o déficit habitacional no Estado, atendendo aos casos mais urgentes que ferem a dignidade dos cidadãos goianos em situação de vulnerabilidade social. Entre os requisitos para pleitear a participação no programa estão possuir inscrição no  Cadastro Único (CadÚnico) no município de Aparecida de Goiânia, ser pessoa e/ou família em vulnerabilidade socioeconômica, ter mais de 18 anos ou ser emancipado, e morar em Aparecida por no mínimo três anos. Alguns grupos são prioritários como idosos, pessoas com deficiência e vítimas de violência doméstica.

Será concedido auxílio financeiro no valor mensal de R$ 350 para famílias sem casa própria que se enquadrarem nos requisitos e que têm dificuldade de arcar com custos do aluguel, por até 18 meses. Caso haja aval da assistência social da Agehab, ao final desse período, ele poderá ser prorrogado para mais 18 meses, conforme a evolução da situação.

A proposta do Governo de Goiás é subsidiar locação de imóveis até que as famílias estejam aptas a receber nova moradia e atender cerca de 30 mil famílias goianas, conforme demanda detectada por meio de inscrições na Agehab.

Segundo o presidente da agência, Pedro Sales, a iniciativa se propõe a resolver uma situação urgente de parte da população que está sem condição imediata de arcar com o aluguel da moradia e vem complementar outras políticas do Governo de Goiás. “É preciso fomentar o desenvolvimento econômico, ao mesmo tempo em que cuidamos das pessoas que precisam da mão do Estado. É o que o governador Ronaldo Caiado tem dito incansavelmente”, ressalta Sales.

O presidente lembra que o governador é sensível ao cuidado com as mães que precisam alimentar os filhos pequenos, com a permanência do aluno na escola e com o apoio para a família pagar o aluguel para que as pessoas não fiquem em situação de rua. “Todas essas ações são complementares e cercam as famílias de cuidados em um momento de vulnerabilidade. Queremos que elas melhorem de vida e saiam dessa condição, mas é preciso entender as necessidades urgentes do momento e é isso que o programa Pra Ter Onde Morar vai fazer”, reafirma.

Serviço

Assunto: Governo de Goiás recebe inscrições para aluguel social em Aparecida de Goiânia até 2 de dezembro

Quando: Até quinta-feira, dia 2 de dezembro

Onde: pelo site da Agehab www.agehab.go.gov.br ou pessoalmente na sede da agência – Rua 18-A, n° 541, Setor Aeroporto, Goiânia (GO)

Informações ou dúvidas: (62) 3096-5000 ou pelas redes sociais @agehabgoias (Instagram) ou Agehab Goiás (Facebook)

Fonte: Agência Goiana de Habitação (Agehab) 

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Goiás tem 24.766 mortes e 969.340 casos da doença

Publicados

em


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 969.340 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) no território goiano. Destes, há o registro de 931.384 pessoas recuperadas e 24.766 óbitos confirmados. No Estado, há 636.126 casos suspeitos em investigação. Já foram descartados 296.296 casos.

Há 24.766 óbitos confirmados de Covid-19 em Goiás até o momento, o que significa uma taxa de letalidade de 2,56%. Há 389 óbitos suspeitos que estão em investigação. As últimas atualizações de casos e óbitos no Painel Covid-19 foram retomadas às 14h30 horas de sexta-feira (24/12), após uma interrupção de 15 dias dos sistemas de dados oficiais do Ministério da Saúde, que estiveram fora do ar neste período.

Doses aplicadas

Levantamento realizado pela SES-GO apurou que, referente à primeira dose, foram aplicadas 5.292.713 doses das vacinas contra a Covid-19 em todo o Estado. Em relação à segunda dose e a dose única, foram vacinadas 4.533.793 pessoas.

Esses dados são preliminares e coletados junto aos municípios goianos, visto que o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), do Ministério da Saúdem permanece fora do ar.

Conforme pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), as Secretarias Municipais de Saúde devem registrar, de forma obrigatória, as informações sobre as vacinas administradas no módulo Covid-19 do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI Covid-19). Em relação às vacinas recebidas em Goiás, os dados estão disponíveis em https://www.saude.go.gov.br/coronavirus/vacinacao-covid-19.

Painel Covid-19

O boletim com as notificações da SES-GO foi informatizado e realiza o processamento dos dados a partir dos sistemas do Ministério da Saúde (e-SUS VE e Sivep Gripe). Eventuais diferenças são justificadas por ajustes nas fichas de notificação pelos municípios, como por exemplo, a atualização do local de residência da pessoa.

Para conferir os detalhes dos casos e óbitos confirmados, suspeitos e descartados, acesse o painel Covid-19 do Governo de Goiás por meio do link http://covid19.saude.go.gov.br/.

Sobre os dados

Desde as primeiras confirmações de doença pela Covid-19, a SES-GO divulga boletins diários com atualizações sobre os casos confirmados e óbitos. Os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. Os boletins são elaborados a partir dos dados inseridos nos sistemas e-SUS VE e SIVEP Gripe, do Ministério da Saúde, pelas diversas instituições de saúde cadastradas no Estado, conforme endereço de residência informado pelos usuários.

Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação.

O responsável pela notificação deve registrá-la e mantê-la devidamente atualizada nos sistemas oficiais de notificação, desta forma, se cada um fizer corretamente sua parte, a informação é democratizada e disponibilizada a todos em tempo oportuno.

Os dados deste boletim foram divulgados às 15h de domingo16 de janeiro 2022.

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Continue lendo

GOIÁS

MINAS GERAIS

DISTRITO FEDERAL

POLÍTICA NACIONAL

MAIS LIDAS DA SEMANA